Qiang HongYan: uma pequena grande mulher!

       A história da chinesinha Qiang HongYan ou Qian Hong Yan é comovente. Ela sofreu acidente de carro e, para salvar a sua vida, os médicos tiveram de amputar as pernas dela.

    O ano do acidente e a idade da garota variam segundo a fonte. Algumas páginas da web dizem que o acidente ocorreu em 2003. Outras páginas mencionam o ano de 2000. Quando ocorreu o acidente, a garota tinha três anos de idade ou oito anos, conforme outras fontes.
    O caso é verdadeiro e Qiang HongYan mora na província de Yunnan, China.
    Mas não é verdade que Com a tua ajuda, ela vai poder ter um par de pernas prostéticas!nem que a AOL vai doar R$ 0,10 centavos por cada e-mail que tu encaminhas.
    O ministério de seguridade chinês já providenciou próteses para Qiang HongYan, conforme as imagens divulgadas na mensagem revelam. Portanto, a sua ajuda é desnecessária. Além do mais, é impossível fazer a contagem de mensagens reenviadas.
Mais sobre Qiang HongYan.

Chinese Girl Has Basketball For Prosthetic Legs! 


Cina: Un pallone al posto delle gambe

Handicapped Girl Qian Hongyan Returns To School
Qian Hongyan and Her Olympic Dream (Qian Hongyan nada cerca de 2000 metros por dia preparando-se para as paraolimpíadas de 2012
Fonte: Robotnine




       Veja Qiang HongYan hoje

Paraolimpíada para deficientes da China

Os Jogos Olímpicos serão seguidas pelos Jogos Paraolímpicos e, como relata o correspondente da BBC Jill McGivering de Kunming, se os atletas chineses obterem um bom desempenho, poderia ajudar os deficientes.
Qian Hong-yan quer fazer seus pais orgulhosos com uma medalha paraolímpica
Esperançosos Paraolímpicos Qian Hong-yan

A grande piscina pública é cheia de nadadores de manhã cedo.

Doze anos de idade, Qian Hong-yan vem aqui duas vezes por dia.Ela perdeu as duas pernas em um acidente de carro quando ela era criança.
Em terra, ela está confinada a uma cadeira de rodas, mas uma vez que ela está na água a natação é ágil e rápido.
Sua ambição é a de representar a China nos Jogos Paraolímpicos em 2012. Se ela poderia ganhar uma medalha de ouro, diz ela, que ela faria seus pais muito orgulhosos.
Seu treinador, Li Ke-Qiang, compreende melhor do que a maioria. Ele perdeu um braço mas levou medalhas de prata e bronze para a China em Atenas.
Ele diz que quando o público chinês ver atletas deficientes sucesso nas Olimpíadas, que poderiam realmente mudar a sua imagem das pessoas com deficiência.
"No passado", disse ele, "as pessoas desprezavam os deficientes. Eles pensaram que eles eram todos mendigos, apenas pedindo dinheiro."
"Mas agora, quando eles vêem os nadadores com deficiências como estas, podem ver o quanto eles estão dirigindo-se. E isso é um começo.
Fonte: BBC NEWS


Postagens mais visitadas