Pular para o conteúdo principal
“Anonymous deve ser vigiado pelo governo”
Por Rafael Cabral
Documento do Ministério da Segurança Interna mostra que EUA quer vigiar grupo de perto

O Anonymous precisa ser monitorado.  Essa é a conclusão de um relatório de seis páginas escrito por um órgão subordinado ao Ministério da  Segurança Interna dos Estados Unidos e vazado para a internet nesta quinta-feira.
Hackers ligados ao grupo voltaram a chamar a atenção do governo norte-americano por causa dos protestos contra o capitalismo financeiro, que reúne manifestantes na frente da Bolsa de Wall Street.  Mais de 700 pessoas ligadas ao #OccupyWallStreet já foram presas.
O estudo faz uma análise detalhada das origens, atividades e motivações políticas do grupo, detalhadas ano a ano. Destaque especial para os últimos dois:
“O Anonymous aumentou sua notoriedade em 2010 com uma série de ataques mais complexos, motivados pela prisão do soldado norte-americano Bradley Manning por uma conexão com o Wikileaks, que resultou na liberação de centenas de documentos secretos do governo na internet.
Apesar de as ações anteriores do Anonymous terem sido justificadas como visões sobre a liberdade de expressão, suas declarações públicas mostram que a real intenção era retaliar os Estados Unidos pela custódia de Manning.
Em 2011, o Anonymous reforçou ainda mais suas atividades, mirando tanto o setor público como privado. Vários dos ataques realizados usaram o DDoS como sua ferramenta primária, enquanto outros usar outras técnicas. O grupo justificou quase todos os ataques conduzidos entre 2010 e 2011 citando injustiças sociais e políticas cometidas por cada organização vítima”.
O documento conclui que tanto o Anonymous quanto o Lulz Sec devem ser vigiados de perto pelo Centro Integrado de Comunicação e Cibersegurança dos Estados Unidos (NCCIC, na sigla em inglês), subordinado ao Ministério. Isso porque ambos poderiam atrair hackers ainda mais habilidosos, o que causaria um “enorme prejuízo para corporações e governos”.
Os manifestantes já teriam conseguido atingir “alto nível de criatividade e habilidade para usar técnicas complexas para atingir múltiplas redes” e poderiam ainda “contratar atores mais capazes, que criariam procedimentos mais sofisticados às estratégias dos grupos”.

Postagens mais visitadas deste blog

Biólogos provam que o sarampo não é um vírus, e vence processo da Suprema Corte Alemã.

Em uma decisão recente, os juízes do Supremo Tribunal Federal alemão (BGH) confirmaram que o vírus do sarampo não existe.
Além disso, não há um único estudo científico no mundo que possa provar a existência do vírus em qualquer literatura científica. Isso levanta a questão do que foi realmente injetado em milhões ao longo das últimas décadas.

Nenhum cientista, imunologista, especialista em doenças infecciosas ou médico nunca foi capaz de estabelecer uma base científica, não só para a vacinação do sarampo, mas qualquer vacinação para bebês, mulheres grávidas, idosos e até mesmo muitos subgrupos de adultos.

O fato de muitas vacinas serem ineficazes está se tornando cada vez mais aparente. Merck foi golpeada com dois processos de ação de classe separados alegando que mentiu sobre a eficácia da vacina contra caxumba em sua combinação MMR tiro e fabricados estudos de eficácia para manter a ilusão para as duas últimas décadas que a vacina é altamente protetora.



Estudos como o publicado na r…

Socialismo Fabiano! Lobos em pele de cordeiro.

O socialismo fabiano, ou fabianismo, é um movimento político-social britânico nascido no fim do século XIX, encabeçado pela Sociedade Fabiana. Esta associação foi fundada em Londres no dia 4 de janeiro de 1884, e propunha, como finalidade institucional, a elevação da classe operária para tornar-la apta a assumir o controle dos meios de produção.

Desde seus fundadores, o casal britânico Sidney e Beatrice Webb, o fabianismo nunca passou de um instrumento auxiliar da revolução marxista, incumbido de ganhar respeitabilidade nos círculos burgueses para destruir o capitalismo desde dentro. Os conservadores ingleses diziam isso e eram ridicularizados pela mídia, mas a abertura dos Arquivos de Moscou provou que o mais famoso livro do casal não foi escrito pelo marido nem pela esposa, mas veio pronto do governo soviético.

A articulação dos dois socialismos era chamada por Stalin de “estratégia das tesouras”: consiste em fazer com que a ala aparentemente inofensiva do movimento apareça como ún…

"Israel envolvidos no assassinato do juiz Teori Zavascki em avião para evitar papéis Panamá??

Nas informções abaixo posso não concordar com isto ou aquilo, mas postei na integra o material que encontrei pois, precisamos de toda informação possivel para que ao chegar novas noticias tenhamos uma compreenção melhor do que nos rodeia, atentem para as informações que julguem interessantes descartem o que seja dentro de seu sistema de crenças.  Ricardo Camillo.
Papéis Panamá segunda parte; levando à prisão de mais de 200 políticos e executivos, incluindo o presidente Temer e ex-presidente do Banco Central, Alexandre Tombini. Seria uma outra razão para a demissão procurado do diretor do serviço secreto Mossad ".
21 de janeiro de 2017




O juiz Teori Zavascki morreu no ataque em seu avião na quinta-feira no mar ao sul do Rio de Janeiro.

Seu assassinato foi realizado pela presidência brasileira, que é de propriedade por sionista Michel Temer com a assistência técnica do Mossad para proteger os seus investimentos em ambas as empresas Petrobras e Odebrecht SA, para evitar a prisão de mai…