WikiLeaks suspende atividades por falta de dinheiro

Sem recursos, site quer arrecadar fundos "para garantir sobrevivência"

AFP
julian assange advogados londres GLeon Neal/13.07.2011/AFP
Assange (ao centro): falta de patrocínio suspende divulgação de documentos. WikiLeaks vai se dedicar agora a arrecadar fundos
Publicidade
O site WikiLeaks anunciou nesta segunda-feira (24) a suspensão temporária da difusão de documentos confidenciais e sigilosos para concentrar-se na arrecadação de fundos que permitam garantir a futura sobrevivência.
A página criada por Julian Assange afirma em um comunicado que se vê forçada a "suspender temporariamente as operações de publicação e a arrecadar fundos agressivamente para contra-atacar", após o bloqueio de seus recursos pelas operadoras de cartões de crédito e outras empresas.

Companhias americanas suspenderam transações com o site após a publicação de 250 mil documentos do Departamento de Estado americano, o que causaria restrições a essas empresas.

Postagens mais visitadas