Produção de milho geneticamente modificado pode chegar a 85% em 2012


Com 15 milhões de hectares plantados no País e produção anual de 64 milhões de toneladas, o Brasil é o terceiro maior produtor de milho no planeta, atrás apenas da China e dos Estados Unidos, de acordo com dados do Ministério da Agricultura, Produção e Abastecimento (Mapa). Em 2011, 67% dessa produção foram a partir de sementes geneticamente modificadas. A perspectiva é que, neste ano, o Brasil chegue a 85% da produção de milho com modificação genética.

O consumo de trangênicos no Brasil, entre 2003 e 2011, cresceu 16%.
Milho Transgênicos faz mal a saúde, afirma estudo
O estudo de pesquisadores franceses que aponta impactos do milho transgênico à saúde chama atenção não só pelos danos que comprova, mas principalmente por mostrar que chegou-se a tais conclusões após análise criteriosa de estudos da própria Monsanto.

Cada um desses milhos geneticamente modificados provocou reações diferenciadas no organismo das cobaias, mas em comum apresentaram efeitos colaterais novos que variaram em função do sexo e da dose ingerida, concentrando-se principalmente sobre fígado e rim, órgãos ligados à eliminação de impurezas. Em quase todos os ratos de todos os grupos tratados com ração de milho transgênico observou-se tendência a distúrbios fisiológicos.
Fonte: Campanha por um Brasil Livre de Trangênicos e http://ianoticia.blogspot.com.br/                                         

Postagens mais visitadas