Pular para o conteúdo principal

Editora da Bíblia Satânica compra grande editora evangélica


HarperCollins, a editora americana que publica a Bíblia Satânica, anunciou na segunda-feira, de acordo com aAssociated Press, que havia “entrado num acordo definitivo” com a Editora Thomas Nelson, que publica muitas edições da Bíblia e muitos livros evangélicos nos EUA. A Bíblia Satânica é o livro oficial usado por satanistas nos EUA e no mundo. Seu autor, Anton LaVey, supremo sacerdote da Igreja de Satanás, morreu louco.




Anton LaVey, autor da Bíblia Satânica
No Brasil, a Thomas Nelson trabalha em parceria com a Ediouro, que publica livros com forte conteúdo de misticismo (Poder da Magia Negra, O Livro de Outro das Ciências Ocultas, Magia Egípcia, Cabala: o Mistério Dos Casais, Mistérios do Espiritismo, Ritual da Umbanda, Poder do Candomblé, Noções Fundamentais do Espiritismo, O Livro de Ouro Dos Deuses e Deusas, Evangelho Na Umbanda, Pontos Cantados e Riscados de Umbanda e Candomblé) e até pornografia (Coleção Erótica, Desperte a Deusa do Sexo que Existe em Você, As 100 Melhores Histórias Eróticas da Literatura Universal) e apologia ao homossexualismo (A Invenção da Heterosexualidade).
É claro que essa parceira não tem como objetivo a edificação espiritual de ninguém. É uma parceria voltada exclusivamente para arrancar dinheiro do bolso dos consumidores.
Será que o diretor da Thomas Nelson não sabe o que Deus pensa dessas alianças?
“Não vos prendais a um jugo desigual com os infiéis; porque, que sociedade tem a justiça com a injustiça? E que comunhão tem a luz com as trevas?” (2Co 6:14 ACF)
Mas o que esperar? Na direção da Thomas Nelson do Brasil está Omar de Souza, outrora um dos homens fortes de Caio Fábio, que em 1995 ajudou a lançar a revista Vinde, que se propunha, como o próprio PT sempre fez, apresentar uma ética evangélica que nem seu fundador, Caio Fábio, nem seus jornalistas tinham. Não estou surpreso, pois, com os rumos antiéticos que cada um desses evangélicos esquerdistas acabou tomando.


Bíblia Satânica, publicada por HarperCollins, dona hoje de duas grandes editoras evangélicas
Não estou surpreso também com o fato de que a Thomas Nelson esteja sendo comprada pela editora secular que publica a Bíblia Satânica. Depois da parceria com a Ediouro, o que esperar? Boas intenções? Nobres sentimentos cristãos?
Para alcançar os compradores de livros evangélicos, vale agora qualquer coisa, inclusive aliar-se a Satanás.
A Thomas Nelson não é a primeira conquista evangélica de HarperCollins, que anos atrás comprou a maior editora evangélica dos EUA, a Zondervan, que publica a Bíblia NVI em inglês.
Durante alguns anos, Zondervan foi dona da Editora Vida, que com o peso de investimento econômico da Zondervan se tornou a maior editora evangélica do Brasil. Estranho então a maior editora evangélica do Brasil ser propriedade da editora que publica a Bíblia Satânica, não é? Denunciei esse “jugo ultra-desigual” na época, e em poucos meses decidiram vender a Editora Vida a um comprador argentino, e desde então a Editora Vida vem caindo de sua posição proeminente. Parece que o dinheiro das trevas tem o poder de ajudar até editoras “evangélicas” a alcançar posições elevadas. Se depender desse dinheiro, a Thomas Nelson será no Brasil o que um dia foi a Editora Vida.
Na época em que a Editora Vida era propriedade da HarperCollins através da Zondervan, tentei conversar com o Pr. Eude Martins, diretor da Editora Vida, sobre os perigosos rumos de sua editora. Mas do alto de seu imponente trono, ele não deu atenção. Nesta semana (1 de novembro), telefonei para a Thomas Nelson, tentando falar com Omar de Souza, mas sua secretária me respondeu que ele estava ocupado. Fui encaminhado para a assessoria de imprensa, que não tinha nenhuma nota oficial sobre a editora da Bíblia Satânica comprando a editora evangélica.
A revista Charisma disse que HarperCollins comprou a Thomas Nelson por uma “quantia que não foi divulgada”. É certo que foi um preço muito grande.
Mas o preço diante de Deus será muito maior, pois não existe parceria entre Deus, Mamon e Satanás.
Zondervan e Thomas Nelson nas mãos de uma editora secular que publica livros satânicos é um sinal inegável de quão distantes de Deus andam as editoras evangélicas, que estão sendo movidas pela ganância e oportunismo. Honram a Deus com alguns de seus livros, mas o coração delas está longe de Deus.
Fonte: www.juliosevero.com

Postagens mais visitadas deste blog

Biólogos provam que o sarampo não é um vírus, e vence processo da Suprema Corte Alemã.

Em uma decisão recente, os juízes do Supremo Tribunal Federal alemão (BGH) confirmaram que o vírus do sarampo não existe.
Além disso, não há um único estudo científico no mundo que possa provar a existência do vírus em qualquer literatura científica. Isso levanta a questão do que foi realmente injetado em milhões ao longo das últimas décadas.

Nenhum cientista, imunologista, especialista em doenças infecciosas ou médico nunca foi capaz de estabelecer uma base científica, não só para a vacinação do sarampo, mas qualquer vacinação para bebês, mulheres grávidas, idosos e até mesmo muitos subgrupos de adultos.

O fato de muitas vacinas serem ineficazes está se tornando cada vez mais aparente. Merck foi golpeada com dois processos de ação de classe separados alegando que mentiu sobre a eficácia da vacina contra caxumba em sua combinação MMR tiro e fabricados estudos de eficácia para manter a ilusão para as duas últimas décadas que a vacina é altamente protetora.



Estudos como o publicado na r…

Socialismo Fabiano! Lobos em pele de cordeiro.

O socialismo fabiano, ou fabianismo, é um movimento político-social britânico nascido no fim do século XIX, encabeçado pela Sociedade Fabiana. Esta associação foi fundada em Londres no dia 4 de janeiro de 1884, e propunha, como finalidade institucional, a elevação da classe operária para tornar-la apta a assumir o controle dos meios de produção.

Desde seus fundadores, o casal britânico Sidney e Beatrice Webb, o fabianismo nunca passou de um instrumento auxiliar da revolução marxista, incumbido de ganhar respeitabilidade nos círculos burgueses para destruir o capitalismo desde dentro. Os conservadores ingleses diziam isso e eram ridicularizados pela mídia, mas a abertura dos Arquivos de Moscou provou que o mais famoso livro do casal não foi escrito pelo marido nem pela esposa, mas veio pronto do governo soviético.

A articulação dos dois socialismos era chamada por Stalin de “estratégia das tesouras”: consiste em fazer com que a ala aparentemente inofensiva do movimento apareça como ún…

"Israel envolvidos no assassinato do juiz Teori Zavascki em avião para evitar papéis Panamá??

Nas informções abaixo posso não concordar com isto ou aquilo, mas postei na integra o material que encontrei pois, precisamos de toda informação possivel para que ao chegar novas noticias tenhamos uma compreenção melhor do que nos rodeia, atentem para as informações que julguem interessantes descartem o que seja dentro de seu sistema de crenças.  Ricardo Camillo.
Papéis Panamá segunda parte; levando à prisão de mais de 200 políticos e executivos, incluindo o presidente Temer e ex-presidente do Banco Central, Alexandre Tombini. Seria uma outra razão para a demissão procurado do diretor do serviço secreto Mossad ".
21 de janeiro de 2017




O juiz Teori Zavascki morreu no ataque em seu avião na quinta-feira no mar ao sul do Rio de Janeiro.

Seu assassinato foi realizado pela presidência brasileira, que é de propriedade por sionista Michel Temer com a assistência técnica do Mossad para proteger os seus investimentos em ambas as empresas Petrobras e Odebrecht SA, para evitar a prisão de mai…