O estranho caso da Keshe Foundation


Alguns Leitores desejam perceber o que se passa com a Keshe Foundation, no centro de estranhos acontecimentos.

A Fundação afirma ter encontrado uma nova forma de energia e estar ao centro duma manobra internacional que mira a desacreditar os seus membros e relativas descobertas.

Na verdade tudo isso não representa uma novidade: internet está cheia de pessoas que afirmam ter a chave para resolver os problemas da Humanidade e normalmente trata-se de burlões ou alucinados mentais. Mas o caso da Keshe Foundation é um bocado diferente. Vamos ver qual a razão.

A Fundação foi criada por Mehran Tavakoli Keshe, um engenheiro nuclear nascido no Irão (começamos mal...) e formado no Reino Unido na década dos anos '80. Mais tarde dedicou-se ao desenvolvimento de novas teorias no âmbito da gravidade e da "radiação limpa", até projectar um novo tipo de reactor ao plasma que, segundo as informações do inventor, trabalha à temperatura e pressão atmosférica normal. Evidentemente estamos (teoricamente) perante uma forma de energia nova e revolucionária.

Até aqui a curta história. Que, como afirmado, não é muito diferente de outras já lidas. Todavia é mesmo neste ponto que algo esquisito acontece.

Uma série de links enviados pelos Leitores apontam para blogues que apresentam uma Ordem Executiva do Presidente dos Estados Unidos, o simpático Barack Obama, qual tentativa para bloquear a difusão das descobertas da Fundação. A Ordem, publicada no passado 22 de Abril, pode ser lida na página oficial da Casa Branca, em língua inglesa, neste link.

O problema é que a Ordem não cita a Fundação Keshe: trata-se duma das tantas Ordens que o Prémio Nobel da Paz publica quando decide exportar a democracia com o uso das armas. Neste aspecto não difere muito da Ordem publicada em 25 de Fevereiro de 2011 e que tinha como alvo a Líbia: são Ordens "normais" (por assim dizer) tendo em conta os relacionamentos entre os Estados Unidos e os Países em causa.

Mais: a Ordem citada apresenta um anexo no qual são listadas as empresas, entidades, cidadãos ou fundações cujas propriedades ficam bloqueadas e que estão proibidas de fornecer ajuda tecnológica aos governos da Síria e do Irão. A lista pode ser encontrada nas páginas do Federal Register e dela não consta a Keshe Foundation.

Mais ainda: a lista do Federal Register é apenas um acrescento de uma lista bem maior que inclui todos os nomes "proibidos" de empresas-entidades-cidadãos-fundações de todo o planeta que estão proibidos de ter relacionamentos comerciais ou de outro género com alguns Países-alvo e cujos bens ficam confiscados. A lista, que consta de centenas de nomes e que pode ser consultada em formato Pdf neste link, não apresenta a Fundação Keshe.

Fica portanto claro que a Ordem Executiva do simpático Obama não é uma medida "contra" a Fundação Keshe; aliás, os documentos da Administração parecem ignorar a dita cuja. O que é esquisito: se realmente a Keshe Foundation estiver na posse duma tecnologia superior, teria sido lógico encontrar o nome dela entre os "inimigos" dos Estados Unidos.

Isso é ainda mais esquisito tendo em conta as afirmações do mesmo Meharn Tavakoli Keshe no site oficial da fundação: aqui é presente um artigo do pesquisador o qual afirma que o Irão tem recentemente capturado um droneamericano com a ajuda da tecnologia dele. A notícia da perda dum drone é confirmada por esta reportagem da CNN, mas quanto ao facto de ter sido abatido com a ajuda de novas tecnologias (nomeadamente um disco voador iraniano) nem uma palavra.
Isso significa que as teorias de Keshe são um embuste? Nada disso.


Significa que:
1. A Administração dos Estados Unidos não emitiu uma Ordem Executiva especificamente pensada para travar a difusão da tecnologia da Fundação Keshe
2. Um drone americano foi capturado pelas forças iranianas.

E isso é tudo.
A coisa melhor é esperar pelo próximo mês de Setembro, altura na qual, se bem percebi, a Keshe Foundation apresentará oficialmente os próprios trabalhos. A fasquia é muito alta: falamos de uma nova tecnologia que, segundo o descobridor, substituirá as actuais fontes energéticas (limitadas) e terá imensas repercussões em todos os aspectos da nossa civilização. Esperamos que assim seja.

Referências
White House: Executive Order 13566 -Libya; White House Executive Order -- Blocking the Property and Suspending Entry into the United States of Certain Persons with Respect to Grave Human Rights Abuses by the Governments of Iran and Syria via Information Technology; Federal Register; U.S. Departement of the Treasury: Alphabetical Listing os Specially Designated Nationals and Blocked Persons (SDN List); Wikipedia; CNN; Keshe Foundation
Fontes:
http://informacaoincorrecta.blogspot.com.br/2012/07/o-estranho-caso-da-keshe-foundation.html

http://celiosiqueira.blogspot.com.br/2012/07/o-que-e-keshe-foundation-porque-os-eua.html

Postagens mais visitadas